Autor: super-admin

Peeling caseiro: 2 receitas super fáceis para você!

Peeling caseiro: 2 receitas super fáceis para você!

Que tal aproveitar o inverno para dar uma caprichada nos cuidados com a pele? Esta é a época ideal para os peelings, mas a ideia aqui é ser natural, então como fazer?
A esteticista e professora de estética Malu Arruda tem várias receitas de peelings naturais para deixar a pele mais bonita, firme e ainda combater as manchas! Veja como fazer um peeling caseiro superfácil!

Leia também: Peeling Caseiro funciona

Peeling caseiro de mamão
A primeira receita é de um peeling caseiro de mamão para combater as manchas.

Ingredientes
½ mamão papaia
1 colher de sopa de dolomita (pode ser comprada em lojas de produtos naturais e algumas farmácias comuns)
Modo de fazer
Malu explica que basta amassar o mamão sem casca e sem sementes e misturar ao pó de dolomita. Aplique na pele e deixe agir por 20 minutos. Depois enxágue com água e passe o protetor solar. Pode ser usada quinzenalmente.

Peeling caseiro de levedura de cerveja e arroz integral
Esta é outra receita de peeling que vai ajudar a deixar a pele macia e com poros mais fechados.

Ingredientes
2 colheres de arroz integral
2 comprimidos de levedura de cerveja ou 1 colher de chá do pó
½ copo de água
1 colher de sopa de sabonete líquido neutro
Para preparar use os seguintes utensílios:

pilão ou socador
peneira fina
recipiente plástico ou de louça
pincel
Modo de fazer
Coloque o arroz de molho na água por 24 horas. Após, com o auxílio de um pilão, triture o arroz até virar um pó, a água do molho vai ficar mais branca. Peneire e reserve a água e o pó. Misture o pó do arroz, desprezando os pedaços grandes, ao sabonete líquido no recipiente.

Aplique no rosto com movimentos circulares, esfoliando principalmente, as áreas mais acometidas por cravos e pontos pretos. Malu adverte: “cuidado com as pálpebras, não esfregue com força!” Depois lave o rosto com água abundante.

Em seguida, prepare a máscara. Lembra da água do arroz que ficou reservada? Quando o pó fino se depositar no fundo, retire com cuidado a parte de cima da água deixando a parte branca com o pó do arroz, cerca de 2 colheres de sopa. Coloque a levedura de cerveja, caso seja em comprimido, deixe amolecer. Se for usar em pó, é só misturar. Aplique no rosto e deixe por 20 minutos. Retire com água e aplique o filtro solar.

Malu explica que este peeling tem duas ações: física com a esfoliação usando os grãos triturados, enquanto o arroz produz um ácido clareador muito utilizado na estética, o ácido kójico, velho conhecido das nossas avós, como lembra Malu! Pode ser feita quinzenalmente.

malu-de-arruda-esteticista

Consultoria: Malu Arruda é esteticista facial e corporal e professora do Instituto Beleza OM. Clique aqui para falar com Malu que sabe tudo de estética natural.

Conte pra gente o que gostaria de ver publicado aqui nos artigos e vídeos do Lar Natural, assim poderemos fazer matérias especialmente para você!

Bichectomia, uma cirurgia estética ou funcional? Especialista esclarece

Bichectomia, uma cirurgia estética ou funcional? Especialista esclarece

[procedimento que reduz as bochechas] é um procedimento cirúrgico em que é removida parte de uma estrutura anatômica conhecida como Bola de Bichat. O procedimento se popularizou depois que muitas famosas apareceram em eventos com o rosto afinado. Mas, a Bichectomia, é uma cirurgia estética ou funcional? A Especialista em Cirurgia Buco-maxilo-facial e Ortodontia, Ana Paula Barbosa, esclarece as principais duvidas.

A cirurgiã dentista, explicou ao Olhar Conceito que a procura pelos procedimentos em seu consultório aumentou depois de famosos aparecerem na mídia. “A retirada da Bola de Bichat tem se tornado cada vez mais popular, com grande procura nos consultórios odontológicos, depois que famosos apareceram na mídia com seus rostos mais delgados, dando a ideia que a bichectomia é especificamente estética. No entanto, há indicação de eliminar o trauma crônico em pacientes com queixas de mordeduras de bochechas frequentes, aumentando assim, o corredor bucal, ou seja, sua finalidade é funcional”, explica.

Leia também: Bichectomia o que comer depois

Este procedimento vem sendo realizada há mais de 15 anos pela Dra. Ana Paula Barbosa, mas ultimamente a procura cresceu bastante. Este técnica é utilizada na maioria das vezes como finalização estética em pacientes que são submetidos às cirurgias de correção dos maxilares e em pacientes com histórico de morder as bochechas involuntariamente.

Como consequência da cirurgia, a parte baixa do rosto se torna mais fina, deixando o rosto mais harmônico e atraente, causando o chamado “efeito blush”, ou seja, maçãs do rosto mais proeminentes e rosto mais fino e delgado. “Ou seja, além de funcional, é estética. A remoção da Bola de Bichat também impede que, ao longo da vida, marcas de expressão apareçam no terço inferior da face, melhorando o aspecto caído como bochechas de Buldogue, bigode chinês e rugas periorais”, lembra.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, essa massa de gordura tem apenas a função de preenchimento e não de sustentação, diferente de outras gorduras da face, que quando reabsorvidas ao longo da vida, podem causar o envelhecimento.

A cirurgia pode ser indicada para homens e mulheres que sofrem com mordeduras frequentes e também que se incomodam com o tamanho de suas bochechas, buscando um rosto harmonioso. Vale lembrar que, por ser uma estrutura anatômica, depois de retirada, a bola de Bichat não volta a se formar, mesmo que a pessoa venha a engordar ao longo da vida, ou seja, a cirurgia é irreversível.

O procedimento pode ser realizado assim que houver o crescimento completo da face, então, pode ser feita no início da juventude, havendo o consentimento por escrito dos responsáveis. Em média, são pacientes entre 20 e 45 anos que procuram a cirurgia.

A avaliação
É importante uma criteriosa avaliação por parte dos profissionais, pois muitos pacientes procuram a cirurgia por acharem suas bochechas proeminentes, no entanto, muitas vezes o responsável pelo rosto largo é a hipertrofia do músculo masseter e, nesses casos, o protocolo de tratamento é outro, podendo ou não ser associado à bichectomia.

A cirurgia é realizada com anestesia local, com ou sem sedação, a critério do próprio paciente.

A incisão tem cerca de 1 cm e é feita na parte interna da boca, próximo aos molares superiores, evitando cicatrizes aparentes. O procedimento dura em média 30-40 minutos, dependendo da habilidade do profissional.

Recuperação e riscos
Admitindo que o paciente respeite o protocolo de cuidados prós operatórios, a recuperação costuma ser rápida e pouco dolorosa, permitindo voltar às atividades normais em poucos dias.

Além da análise facial, o profissional deve fazer uso de exames de imagem, como a tomografia volumétrica das Bolas de Bichat, aumentando, assim, a previsibilidade dos resultados e diminuindo complicações trans-cirurgicas.

Como toda cirurgia, a bichectomia também envolve riscos. As principais complicações são o rompimento do ducto parotídeo, lesão dos ramos bucais do nervo facial, parestesia da região, hematoma local e infecção. Estes riscos são minimizados quando realizados por profissionais experientes e qualificados. Os resultados começam a ser notados a partir do primeiro mês de intervenção, atingindo uma estabilidade anatômica em período variável entre 3 e 6 meses.

Tipos de massagem para emagrecer

As massagens emagrecedoras beneficiam o corpo de diversas formas. Veja quais os tipos mais famosos.

Além de fazer uma boa dieta de reeducação alimentar e praticar atividade física todos os dias, existe outro método que estimula e acelera o emagrecimento. É a massagem para emagrecer. Alguns tipos também são muito usados após cirurgias para redução de medidas e perda de peso. Entre tantos tipos de massagens que existem para essa finalidade, você vai conhecer nesse artigo os 5 tipos mais procurados.

Leia também: Phytophen funciona

Aqui você encontra: [ocultar]

Melhores massagens para emagrecer
1. Massagem modeladora
2. Massagem redutora
3. Drenagem linfática
4. Massagem lipolítica
5. Massagem dermoativadora
Como fazer massagem para emagrecer em casa?
Melhores massagens para emagrecer
Cada tipo de massagem para emagrecer tem um propósito específico, utiliza de métodos de aplicação próprios e o resultado vai depender de um conjunto de fatores, de acordo com cada organismo.

Leia também: Drenagem Linfática como fazer

Então, mesmo vendo a seguir quais são os resultados esperados de cada massagem para emagrecer, tenha consciência que não vai ser igual para todas as pessoas.

Por isso que é necessário seguir à risca, tanto as recomendações do nutricionista, quanto do médico e do profissional que irá aplicar o tipo de massagem que você optar por fazer.

Leia também: Kifina funciona

1. Massagem modeladora

Crédito: Dicas de Massagem
A massagem modeladora é um tipo de massagem feita sobre os tecidos moles do corpo. São feitos movimentos vigorosos, com cremes específicos e oferece efeitos tanto estéticos quanto para a saúde, promovendo o relaxamento e o bem-estar físico e mental.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Para que serve e quais os benefícios?

As razões pelas quais você pode fazer a massagem modeladora são para melhorar a circulação sanguínea, para intensificar sua força muscular, para reduzir gordura, acelerar o metabolismo e reduzir a celulite.

Quem pode fazer e quais as contraindicações?

A massagem modeladora é recomendada para quem está com gorduras localizadas que não saem mesmo com dieta e exercícios. Também para quem sofre com retenção de líquidos e com celulites. Não devem fazer as pessoas que estejam com doenças crônicas graves, as gestantes, pessoas com problema de pele ou câncer.

2. Massagem redutora

Crédito: Dicas Para Perder Peso
Os movimentos realizados nesse tipo de massagem para emagrecer são de deslizamento e amassamento, de forma mais profunda, depois com ritmo acelerado. Diferente da massagem modeladora, a redutora é feita apenas em locais específicos e podem ser usados acessórios para melhorar as manobras.

Para que serve e quais os benefícios?

A massagem redutora serve para reduzir as medidas de regiões como culote e abdômen. Os movimentos aplicados vão atingir camadas mais profundas da pele, aumentando o fluxo da corrente sanguínea e quebrando as células de gordura para que sejam eliminadas junto com as toxinas pela urina. Ameniza a flacidez, reduz medidas, melhora a elasticidade da pele, tonifica os músculos e reduz a celulite.

Quem pode fazer e quais as contraindicações?

Pode fazer a massagem redutora as mulheres que já tiveram bebê há mais de 6 meses ou que já foram liberadas pelo médico. Antes disso, não é recomendado. Também contraindicada para quem sofre com problemas linfáticos, quem tem ou já teve câncer e para gestantes. Fora isso, é liberado.

3. Drenagem linfática

Crédito: Spaço Natureza Terapias
A drenagem linfática é um tipo de massagem para emagrecer feita com movimentos manuais delicados e rítmicos. Diferente do que muitos pensam, não deve causar dor nem deixar hematomas. Pode-se usar um creme para aplicação, mas apenas para facilitar os movimentos.

Para que serve e quais os benefícios?

Esse tipo de massagem tem o objetivo de agilizar o fluxo da linfa, promovendo a eliminação de toxinas, do inchaço, melhorando a oxigenação da pele e suavizando as celulites. Então beneficia diversos casos, como de pessoas que fizeram cirurgia plástica, que sofrem de ansiedade, problemas respiratórios, insuficiência venosa, enxaqueca, dores nas pernas e na pelve, aliviando os sintomas.

Quem pode fazer e quais as contraindicações?

A drenagem linfática não é recomendada para pessoas que tem ou já tiveram câncer, tuberculose, problemas de insuficiência renal, hepática ou cardíaca, trombose profunda, hipertireoidismo e com processos inflamatórios agudos.

4. Massagem lipolítica

Crédito: Spaço Natureza Terapias
Esse é um tipo de massagem parecido com a modeladora. Sua aplicação é feita através de movimentos de deslizamento, amassamento e fricção sobre a pele, manipulando nódulos de gordura, ativando a circulação e incentivando a redução de medidas.

Para que serve e quais os benefícios?

Esse tipo de massagem para emagrecer é feita para ativar a circulação, aumentar a oxigenação e a nutrição das células, atenuar o aspecto das celulites, eliminar toxinas acumuladas, reduzir gorduras localizadas e o inchaço. O que difere do tipo de massagem modeladora são as posições trabalhadas, podendo também ser de lado ou sentado.

Quem pode fazer e quais as contraindicações?

As indicações e contraindicações da massagem lipolítica são as mesmas para a massagem modeladora. Pode ser feita por quem está com gorduras localizadas difíceis de remover naturalmente, sem manipulação. Não é recomendada a pessoas com doenças crônicas graves, com problema de pele ou câncer e nem para gestantes.

5. Massagem dermoativadora

Crédito: Toda Perfeita
A massagem dermoativadora é realizada utilizando uma espécie de escovinha com cerdas de madeira ou silicone para redução da celulite. As escovinhas vão deixar a pele um pouco vermelha, pois vão ativar a circulação e oxigenar o tecido. Os movimentos realizados são intensos e repetitivos. Antes da escovinha, chamada de celumix, há uma etapa com a aplicação de um creme e manobras manuais.

Para que serve e quais os benefícios?

Esse tipo de massagem para emagrecer ajuda a reduzir as medidas, modelar o corpo e para quem quer se livrar da celulite em todos os graus. Com o tratamento adequado para cada organismo, pode reduzir de 3 a 4 centímetros de medida ao mês. Melhora problemas de retenção de líquido, reforça a pele, melhora a circulação e elimina as toxinas que dificultam o emagrecimento.

Quem pode fazer e quais as contraindicações?

A massagem dermoativadora não deve ser feita por pessoas hipertensas, com problemas renais, com lesões na pele, em tratamento de infecções e inflamações nem por gestantes e lactantes.

Como fazer massagem para emagrecer em casa?
A maioria dos tipos de massagem para emagrecer listados acima precisam ser feitos em uma clínica de estética, por vários motivos. Primeiro é que o profissional conhece todas as técnicas necessárias, o que pode e não pode fazer no corpo para obter os efeitos desejados.

Segundo, que na clínica eles utilizam todo o material necessário para a aplicação da técnica, como cremes ativadores e aparelhos específicos que fazem o tratamento ser mais eficiente. Terceiro, que boa parte das manobras não tem como aplicar em si mesmo, pois necessitam das duas mãos nas costas, por exemplo, e da força e direção específicas para fazer o movimento.

Mesmo assim, existem formas de fazer a automassagem para a barriga, que é uma área do corpo que você alcança sem problemas, e que vai ajudar a ativar a circulação e quebrar as células de gordura para que sejam eliminadas aos poucos ou redistribuídas para outras partes do corpo, fazendo com que a cintura fique mais fina.

Olheiras nunca mais! Especialista ensina como escondê-las usando só maquiagem

Veja como disfarçar as olheiras só com maquiagem
Com o passar do tempo, o surgimento das olheiras se torna inevitável. Vivendo uma rotina pesada e com poucas horas de sono, muitas mulheres precisam lidar com o problema, mas a notícia boa é que é possível escondê-las. Além de tratamentos que realmente diminuem a cor escura, a maquiagem é uma excelente aliada para disfarçá-las. Em entrevista para o Purepeople, a maquiadora Robs Menezes ensina como.
Roxas, escuras, inchadas… As olheiras se tornaram comum na vida de muitas mulheres adultas e, por serem motivadas por noites mal-dormidas, podem ter a aparência piorada quando se tem uma rotina cansativa. Apesar disso, existem alguns truques que prometem minimizar as olheiras como passar hipoglós, ou então fazendo uma compressa de gelo na região por 15 minutos, mas nem sempre eles funcionam. Em entrevista para o Purepeople, a maquiadora Robs Menezes ensina a melhor maneira de cobri-las apenas com maquiagem e, assim como nas dicas para esconder espinhas com perfeição, ela leva em consideração o estudo das cores com relação às suas características.

Leia também: Tratamentos para olheiras

Veja também

Prepare o cabelo para o verão! Especialista ensina dicas essenciais para estação

Spa dos pés: especialista ensina truques para evitar ressecamento, calo e bolha

Óleos essenciais no cabelo! Especialista ensina truques para recuperar os fios
SAIBA COMO ANULAR A COR ESCURA: ‘CORRETIVO QUE TENHA UM FUNDO ALARANJADO’
O olhar é uma das partes mais marcantes do rosto e por isso ganhou um tempo dedicado só a ele durante o oitavo passo da rotina de beleza coreana, mas amenizar as olheiras não é algo tão fácil assim. “Para disfarçar as olheiras, o recomendado é usar algum corretivo que tenha um fundo alaranjado”, aponta a especialista ao esclarecer: “Essa orientação é por elas terem um fundo arroxeado ou azulado normalmente.” Na colorimetria, o laranja é conhecido por ser responsável de anular a cor azul. “Isso vai ajudar com que a tonalidade seja corrigida e cancele o tom escuro das olheiras”, declara a profissional ao concluir: “Fazendo com que elas fiquem mais naturais.”

PROCURE NÃO UTILIZAR CORRETIVOS COLORIDOS: ‘EU NÃO ACONSELHO’
Diferentemente de algumas máscaras com frutas da estação, a maquiagem não vai amenizar as olheiras, apenas vai ajudar a disfarçar. Para isso, é necessário utilizar o material mais adequado. “Eu não aconselho utilizar corretivos coloridos, então procure optar pelo item de maquiagem de sua preferência, mas que seja de uma cor puxada para o pêssego ou salmão”, sugere a maquiadora ao levar em consideração as características de cada um: “Variando para uma tonalidade mais escura ou mais clara de acordo com o tom da pele.”

Os corretivos nessas cores costumam ter um fundo de pele, mas são mais puxados para o laranja. Passe esse cosmético nas olheiras e depois utilize um corretivo que seja, realmente, da cor da sua pele para arrumar o tom e iluminar a área embaixo dos olhos, corrigindo as olheiras.

Biotina

Conhecida como vitamina H, vitamina B7 ou vitamina B8, a biotina pertence ao grupo das vitaminas hidrossolúveis, e tem como função neutralizar o colesterol responsável pela aterosclerose.

Leia também: Biotina preço

Essa vitamina ajuda o corpo a queimar os carboidratos e as gorduras, transformando-os em energia e sua deficiência pode gerar dores musculares, falta de apetite, flacidez muscular, depressão, ressecamento da pele, e enfraquecimento dos cabelos e das unhas.

Varizes

Neste artigo
É possível impedir o aparecimento de varizes?
É grave ter varizes?
Tem jeito de acabar com as varizes?
As varizes surgem ou ficam piores durante a gravidez devido à pressão do útero em crescimento sobre as veias pélvicas e a veia cava inferior (uma grande veia da parte direita do corpo que recebe sangue dos membros inferiores e de boa parte dos órgãos pélvicos e abdominais).

Isso aumenta a pressão nas veias das pernas e leva ao aparecimento das varizes. Com o desenvolvimento do bebê e do útero, essas veias tendem a se tornar ainda mais evidentes.

A elevação nos níveis de progesterona também provoca o relaxamento das paredes dos vasos sanguíneos. Com isso, veias “azuladas” ou com um aspecto mais inchado podem aparecer sob a pele, causando alguma dor ou, em muitos casos, nenhum incômodo.

As varizes tendem a melhorar uma vez que o bebê nasça. Diversos fatores, incluindo histórico familiar e obesidade, contribuem para a formação das varizes.

Leia também: Varicell funciona

As varizes da gestação são mais comuns nas pernas, embora possam ser observadas em qualquer parte do corpo. Tecnicamente, as hemorroidas são varizes na área do reto. Além disso, algumas mulheres apresentam varizes na vulva (área em volta da vagina) quando estão grávidas.

Dependendo do caso, podem ser prescritos remédios para circulação.
É possível impedir o aparecimento de varizes?
Se não dá para evitar completamente, pelo menos dá para minimizar o problema das varizes na gestação. O primeiro passo é evitar pressão demais nas pernas durante a gravidez. Uma massagem no fim do dia também pode ajudar a aliviar a sensação de peso causada pelas varizes.

Incorpore alguns hábitos descritos abaixo ao seu dia a dia, mesmo antes de ter o problema:

Exercite-se diariamente — vale até uma caminhada em ritmo mais acelerado em volta do quarteirão.

Mantenha uma alimentação equilibrada e um peso saudável para a gestação.

Eleve seus pés e pernas sempre que possível: mantenha um banquinho ou uma caixa embaixo da sua mesa,quando estiver sentada, e use travesseiros para elevar pernas e pés, quando estiver deitada.

Evite cruzar as pernas e os tornozelos ao sentar.

Não fique de pé ou sentada por longos períodos. Faça intervalos para andar e se mexer um pouco sempre que possível.

Coloque meias elásticas ao acordar. Ao fazer isso antes de pôr os pés no chão, você impedirá acúmulo de sangue nas pernas. Guarde as meias em um criado-mudo próximo, assim elas estarão acessíveis para você vestir antes de se levantar.

Caso você tenha um problema de varizes mais grave, seu médico poderá indicar meias elásticas de maior compressão — fique prevenida de que elas são bem grossas e podem incomodar durante o verão.

O ideal é continuar com as medidas preventivas acima mesmo após o nascimento do bebê, até que as varizes tenham melhorado (leia mais abaixo)

Você pode ter ouvido falar que é melhor dormir do lado esquerdo para prevenir as varizes. A teoria por trás disso seria a de que, como a veia cava inferior fica do lado direito, ao se deitar do esquerdo, você aliviaria a pressão do útero contra a veia, diminuindo assim a pressão nas extremidades inferiores. Embora alguns médicos recomendem fazer isso de qualquer jeito, não há evidências científicas suficientes de que a posição realmente impeça o aparecimento de varizes.
É grave ter varizes?
As varizes podem coçar e até doer, mas sua pior consequência tende a ser mesmo, na maioria das vezes, na vaidade. É improvável que causem problemas circulatórios crônicos ou levem a coágulos de sangue (trombo), embora eles posssam aparecer em uma pequena porcentagem de pessoas. Quando um coágulo se forma na superfície da pele (trombose venosa superficial), a veia costuma ficar endurecida e a área ao redor pode ficar avermelhada, quente, sensível ou dolorida.

Procure um médico se achar que tem um coágulo assim, porque pode se tratar de algo sério. Às vezes a região em volta do coágulo fica infeccionada, provocando febre e arrepios. Busque orientação médica também se sua perna ficar muito inchada, se aparecerem feridas ou se a pele perto das varizes mudar de cor.

É importante não confundir uma trombose superficial com uma condição ainda mais séria chamada de trombose venosa profunda (TVP). Na trombose venosa profunda, um coágulo se desenvolve em veias profundas, geralmente das pernas. Mulheres com distúrbios de coagulação ou que estejam em repouso prolongado correm mais risco.

O risco desse tipo de trombose é que ela pode ocorrer sem sintomas prévios ou com sintomas repentinos, como inchaço bem dolorido no calcanhar, perna e coxa. Pode doer ainda mais se o pé for flexionado ou ao ficar de pé. Febre também pode aparecer.

Caso tenha tais sintomas, vá para o pronto-socorro mais próximo imediatamente.

Sem tratamento, o coágulo pode acabar migrando para os pulmões e provocando uma embolia pulmonar, trazendo risco de vida.
Tem jeito de acabar com as varizes?
Às vezes as varizes melhoram por conta própria três ou quatro meses depois de o bebê nascer. Mas, se as veias mais saltadas se tornarem um problema, há uma série de opções de tratamento, inclusive cirúrgicos.

Uma dica: caso queira fazer tal cirurgia, vale a pena esperar primeiro para ter todos os filhos que você deseja, porque, infelizmente, as varizes tendem a piorar a cada nova gravidez.